Autres

Zika virus: o que é?

A diretora-geral do Comitê de Emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, declarou ontem o zika vírus como uma emergência de saúde pública de ordem mundial. Segundo a OMS, o vírus pode atingir cerca de 4 milhões pessoas no continente americano, sendo 1,5 milhão no Brasil. O zika vírus  é uma verdadeira ameaça a humanidade. Para combatê-lo, é preciso a colaboração de todos e todas.

  1. História do vírus zika

Zika Vírus é uma infeção causada pelos vírus zika, transmitida pelo mosquito Aedes Aegyptitransmissor também da Dengue e da Chikungunya. Esse vírus foi descoberto pela primeira na Uganda (África) em 1947, onde foi encontrado nos macacos numa floresta chamada Zika, por isso recebe esse nome. Os primeiros casos de seres humanos contaminados foram registrados na Nigéria em 1954. Em 2007, o vírus atingiu a Oceania. Em 2015, chegou ao Brasil no Rio Grande de Norte e na Bahia. E hoje 28 países e territórios sofrem com a epidemia do vírus.

aedes_aegypti

2.  Causas e ciclo de transmissão do Zika

O vírus da zika não é contagioso, sua transmissão acontece através do mosquito Aedes Aegypti. Mas, caso um mosquito não tenha o vírus da zika pique uma pessoa que foi contaminada pelo vírus, ele passa a adquirir o vírus e começa a transmiti-la a outras pessoas por meio de sua picada.

O ciclo de transmissão do vírus da zika depende do período de reprodução do mosquito Aedes Aegypti. A fêmea do mosquito deposita os seus ovos nos recipientes com água. As larvas transformam-se em mosquitos adultos num período de 7 a 10 dias. O Aedes Aegypti se reproduz em uma velocidade muito rápida. A fêmea pode depositar até 1500 ovos durante a sua vida (45 dias).

A pessoa contaminada pelo vírus zika demora entre 3 a 12 dias para manifestar os primeiros sintomas.

ciclonovo
Cíclo de reprodução do Aedes Aegypti

3. Os sintomas

Os principais sintomas da doença são:

  • Febre;
  • Dor nas articulações frequentemente nas mãos, nos  pés e nos músculos;
  • Dor de cabeça;
  • dor abdominal;
  • diarreia;
  • fotofobia e conjuntivite;

4. Relação entre Zika e Microcefalia

Há um estudo sobre a provável ligação entre o vírus da zika e o desenvolvimento de Microcefalia. A descoberta da Microcefalia nas crianças nascidas de mães contaminadas pelo vírus zika leva os cientistas a acreditar na relação.

Por mais informações sobre essa provável ligação clique aqui:Entenda melhor a relação entre Zika e Microcefalia.

3_2
Comparação entre uma cabeça ao tamanho normal e uma atingida pela Microcefalia

5.  A reação da comunidade internacional

A comunidade interacional não demorou a reagir diante dessa ameaça a saúde humana Além da OMS que declarou ontem o zika como uma emergência de saúde, muito país vem tomando medidas para combater o vírus.

size_810_16_9_oms
Sede da OMS, Genêve ( Suiça)

No Brasil onde o vírus já atingiu mais de 3000 pessoas, o Governo Federal tomou muitas medidas para lutar contra o virus Zika. Uma dessas medidas é chamar a população a trabalhar juntos com o governo para evitar a reprodução do Aedes Aegypti. Embora seja uma ação que demanda tempo, esse é o meio eficaz de luta. Pois até agora não há vacina contra a Zika.

Nos Estados Unidos, o presidente Obama encontrou-se com as autoridades da saúde pública. Durante esse encontro, ele pediu para acelerar as pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina contra a doença. O governo brasileiro está negociando com os EUA para desenvolver a vacina.

A França, o Reino unido, a Alemanha, o Canadá e o Centro Europeu para Prevenção e Controle de doenças já emitiram alertas para que gestantes evitam viagem para o Brasil em razão do risco de Zica.

Essas ações dos governos do mundo mostram o perigo que representa o vírus zika para a nossa humanidade. Isso significa que cada um de nós tem a responsabilidade de assumir a luta contra o zika. Então qual a sua contribuição?

 

 

Anúncios