Declaração Conjunta: imigrantes, basta com as rotas da morte

COMBONIANUM - Formazione Permanente

Declaração Conjunta, imigrantes, basta com as rotas da morte

Papa Francisco, Patriarca Bartolomeu I (esquerda) e o arcebispo de Atenas Ieronymos II (direita) – AP

A tragédia humanitária que os imigrantes vivem requer “uma resposta de solidariedade, compaixão, generosidade, e um imediato e eficaz empenho de recursos”, porque a “protecção de vidas humanas é uma prioridade”. É o que se afirma na Declaração Conjunta assinada em Lesbos pelo Papa Francisco, o Patriarca Ecuménico Bartolomeu I e o arcebispo ortodoxo de Atenas e de toda a Grécia Ieronymos, no fim do seu encontro com os refugiados na ilha grega.  Uma “crise humanitária colossal” como tal o mundo nunca viu desde os escombros da Segunda Guerra Mundial. E o mundo deve mover-se com “solidariedade imediata”, sobretudo removendo os motivos que a provocam – guerras e violências várias – que desencadearam este gigantesco e incontrolável movimento de massa de imigrantes e refugiados.

Já a seguir o texto integral da Declaração conjunta:

Nós…

Ver o post original 789 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s